Número total de visualizações de página

terça-feira, 25 de outubro de 2011


Há pessoas que nos acompanham a vida toda, há sorrisos que ficam para sempre na nossa memória, há momentos que nunca serão lembrados e outros que nunca serão esquecidos, há palavras que não saberemos dizer e outras que diremos com a maior facilidade, há perdas que não nos farão sofrer e há outras que nos mudarão para sempre, há dores que doem um minuto, outras umas horas e há aquelas que doem perpetuamente, há olhares que nos acalmam e há olhares que nos perturbam, independentemente daquilo que queiramos, na vida existe de tudo, as coisas boas e as coisas, mas enquanto as coisas boas forem superiores ás coisas más, então também haverá sempre alegria, ainda que saibamos que o amanhã pode já nao ter o verbo viver, enquanto ele existe devemos Vivê-lo!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

O por do sol simboliza o final de um dia e o incio de outro, tal como o nascimento e a morte, tal como o amor e ódio, tal como tu e eu.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011


Poderia ir lá fora e gritar para todo o mundo ouvir, que te amo, mas o coração ouve melhor se em vez de gritar eu sorrir ou beijar ou acarinhar e além do mais não é o mundo que precisa de saber que eu te amo, tu é que precisas, porque para o meu amor crescer precisa de combustivel e esse combustivel és tu, és inacabável enquanto durares, és eterno enquanto existires, és amado enquanto fores meu porque se tu sem mim não és nada eu sem ti menos sou, porque a vida pode ser um sopro mas ainda assim eu vou viver nele contigo, nesse sopro em que nos amamos, em que somos felizes, nesse sopro em que somos um do outro. Porque a vida tem o significado que lhe quisermos dar e no meu dicionário vida tem como definição o teu nome, por isso para quê ir lá fora apanhar frio, cansar a voz, incomudar o ar se o que o mundo iria ouvir, pode ver, em cada dia, em cada mês, em cada ano, até  que o sopro se esgote...

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Somos mais do que vemos

A complexidade que se tem na nossa formação enquanto ser humano, no ventre da nossa mãe, torna a simplicidade de o deixarmos de ser, (aquando da morte), algo tão incompreensivel, algo tão doloroso, algo tão inexplicavel, algo tão assustador...o que demora meses  a construir pode não demorar um segundo a terminar.

sábado, 1 de outubro de 2011

Futuro, passado, presente


Porque o ontem não volta mais e o amanhã não chegará mais cedo, porque tudo tem o seu momento certo para acontecer e se o momento passa, não voltará novamente para existir...A vida é um momento!